Conflitos tributários à espera de julgamento caem 9% em SP Montante total a receber, contudo, supera R$ 125,9 bilhões
Data: 20/04/2018

Prazo prolongado
A retenção de pagamentos de hospitais e convênios a empresas importadoras e distribuidoras de produtos para  a saúde atingiu R$ 539 milhões em 2017, de acordo com Abraidi, associação do setor.
“O atraso de dois meses para o faturamento das contas atingiu 10% do total das nossas receitas no ano passado”, afirma Sérgio Rocha, presidente da entidade.
A demora no recebimento afeta o caixa das fornecedoras e os preços finais, diz Ronaldo Carneiro, diretor comercial da Duder. 
“Quando uma empresa importa um produto, é preciso pagar uma porcentagem no ato da compra. Se o período para o faturamento se prolonga, as companhias buscam capital de terceiro, o que aumenta o custo.”
A falta de clareza sobre a retenção precisa ser discutida, afirma Rocha. “Esse problema não é recente e se agravou no ano passado."


voltar